Querida luz.

  Eu adoro o jeito como a luz vem em meu corpo e faz sombras com as minhas curvas. Adoro o jeito como as sombras trazem um contraste para todo o meu corpo.

  Adoro como a luz que me ilumina e aquece, traz cores e sombras para o meu ser.

  Meu corpo é meu templo. E aqui mora todas as minhas memórias e todos as minhas cicatrizes.

  E que a luz que me ilumida, não venha tão cedo se apagar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s