“Fia tu nun sabe não.”

Não lembro exatamente o dia em que a vi pela primeira vez, mas lembro que já gostei de cara. Ela é aquele tipo de pessoa que já chega com uma boa energia no ar. Com aquela carrinha simpática sorrindo e os olhos puxados quase fechado.geise (1)  Nos conhecemos no trabalho e com o passar do dia, fui gastando cada vez mais dela e do sei jeito leve de ser. Parecia está quase sempre de bom humor. Menos nos dias de correria no trabalho, quando todo mundo ficava super estressado, mas mesmo assim procuramos motivos pra sorrir. geise (2)  Janeiro de 2015. Ano em que começamos a morar juntos. Lembro como se fosse ontem, ela me mandando mensagem a noite perguntando se eu conhecia alguém pra dividir aluguel. Não pensei duas vezes, enrolei ela um pouco e logo nos mudamos.geise (3)   Bons tempos aqueles, será o tipo de memoria que irei guardar para todo o sempre.

  • Teve o dia em que fizemos uma pequena festa no natal.
  • A vez que a chuva quase alagou nossa sala.
  • Quando chegava vizinho bonito e a gente/(eu) ficava fazendo graça.
  • Quando roubamos a senha do wi-fi do vizinho.
  • As vezes em que a gente saia na madrugada para comprar lanche.
  • As noites em que ficamos acotados até o quase amanhecer, no “lanche do gordim”
  • Nas horas em que eu ia tirar fotos e ela participava.
  • Dos dias em que ela me obrigava a sair de casa.
  • De quando íamos para o mercado juntos.
  • E das piores partes, quando ele dizia  que ia embora.

geise (4)

  • A vez em que eu acidentalmente joguei café quente nas costas dela.
  • O dia em que Geise e Lucas jogou água bem na minha cara.
  • Quando chegava algum cara bonitinho.
  • As horas em que a gente saia do trabalho e ia andando juntos. principalmente nos dias de chuva quando ela dizia “não vai chover” e na metade do cominho, caia a chuva.
  • Dos dias em que a gente passava na padaria e ia comendo salgado até chegar em casa.

geise (5)

Até hoje quando eu rio do dia em que eu bati meu cotovelo, minha primeira reação foi por a mão na parte batida, mas ela ao ver isso já vei falando “Não passa a mão não! Isso tira a sorte.”

Quando íamos sair a noite tanto pra ir no Lanche ou no Cinema e ela dizia “Ta levando a chave? Eu não vou levar nada.” E quando íamos no cinema “Leva o celular pra gente tirar fotos no shopping”

geise (6)

Ela é aquela pessoa que se tornou mais que uma amiga. Uma irmã.

Só tenho a agradecer por todos os momentos e por tudo. E quando bate a saudade eu fico só lembrando.

E melhor que lembrar de tudo isso é escrever.

Felicidade sempre, de todas as minhas versões.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s