Livro do Espelho (Lima, 02)

Meu maior medo é perder todas as minhas memórias.
Sempre fui apegado as minhas lembranças, tanto as boas quando as ruins. Acredito que sou quem sou, graças a minha memória.

Uso minha lembrança de bons momentos, para me ajudar e ver o lado positivo da vida e lembrar também que dias difíceis vão passar. E minha lembrança de momentos ruins me dar força para seguir em frente, transformo minha raiva em energia para continuar a lutar.

Nem sempre é assim, tem dias que minha memória negativa me afeta tão fortemente que parece que nenhuma memória mais feliz vai me fazer sorrir.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s